Socorro, meu bolo ficou ruim! E agora?

Nana_Bolo

Nana foi fazer bolo (de novo), porque estava com vontade (de novo).

Ela estava com pressa e eu entendo, porque quando queremos bolo, queremos agora!

Nana pegou uma receita minha antiga, que já conhecia há tempos. Ela colocou as xícaras de farinha no olhômetro e usou ovo gelado mesmo. Como não tinha manteiga,  ela usou margarina com sal e tirou o sal da receita. Quando a massa ficou pronta, ela percebeu que não pré-aqueceu o forno.
E ficou lá, com o bolo cru, esperando o forno atingir a temperatura certa.

A pressa não levou a nada, o bolo ficou horrível. Não cresceu, ficou duro e com um gosto péssimo. Mas poxa, é a receita que usei mil vezes antes, o que aconteceu? É por causa da chuva?

Não, não é. E olhando pra trás fica fácil de decifrar os erros, né?

Apesar de não parecer, faz muita diferença usar ovo gelado ou em temperatura ambiente e dependendo da receita isso pode afetar o produto final. E isso vale também pra manteiga!
Então, por padrão, use o ovo em temperatura ambiente. Precisa dele agora e esqueceu de tirar da geladeira? Não tem problema, coloque-o em uma vasilha, cubra-o com água da torneira e coloque meio copo de água quente. Espere uns minutinhos e tá pronto!

Pesar os ingredientes no lugar de medir em xícaras também ajuda a manter o padrão da receita. Uma xícara é diferente da outra e um dia enchemos mais, outros dias menos. Isso pode chegar a uns 50g de diferença ou se bobear, até mais! Agora imagina um bolo com 50g a menos de farinha, 60g a mais de açúcar e por aí vai…. Cada fornada vai dar um bolo diferente.

A margarina não se comporta da mesma maneira que a manteiga, então não é muito recomendado trocar uma pela outra. E o mais importante, sempre usar as versões sem sal, a não ser que a receita peça com. A quantidade de sal varia de acordo com a marca, então uma manteiga Aviação pode ter mais sal que a Itambé. Em uma receita, é muito mais garantido medir o sal separadamente.

Quando a massa de bolo leva fermento, não tem muito problema deixá-la crua na geladeira ou a temperatura ambiente por um tempo, porque além de reagir com o líquido, ela também reage com o calor do forno para criar as bolhas de ar, deixando o bolo fofinho.

Mas se a receita pede bicarbonato de sódio, precisamos colocar a massa no forno assim que a despejamos na forma. Por quê?

Se tem bicarbonato na receita, é muito provável que tenha um ácido (tipo, vinagre, iogurte, cremor tártaro) também, para que os dois reajam e atuem como o fermento.

Só que esse processo é instantâneo, então quanto mais demoramos para colocar o bolo no forno, mais essas bolhas sobem para a superfície da massa e vão embora, deixando-o duro.

Dizem que só errando que acertamos e Nana aprendeu sua lição.

Pré-aquecer o forno antes de mais nada, preparar os ingredientes com antecedência para termos certeza de que nada está faltando, tirar a manteiga e ovos da geladeira e medir direito os ingredientes. E não há recompensa melhor do que um bolo cheiroso, macio e gostoso nos esperando!

Esse texto foi originalmente publicado no HuffPost Brasil, mas a Nana não se contentou com o texto e pediu algumas alterações. Dito e feito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s