Nana (quase) flambada

Nana016*

Nana superou minhas expectativas ao desviar do fogo sem derrubar o caramelo e sem cair dos speculoos tão mal empilhados (também conhecidos como spekulaas ou spekulatius, são bolachas de especiarias)!

Como calibrar seu forno

Nana_Forno

Um dia Nana me perguntou se existe muita diferença entre um forno industrial e um forno doméstico, porque ela queria assar e comer 10 bolos de uma vez e no nosso forninho isso é impossível.

Deixando a gula da banana de lado, existe diferença sim! Além do forno industrial ter um tamanho maior, ele tem mais exatidão nas temperaturas.

Portanto se o aquecermos a 163ºC, saberemos que ele estará a 163ºC.
Já no nosso forno não temos esse controle, então ele pode estar na teoria a 180ºC e na realidade a 190ºC.

Em muitos casos essa diferença de temperatura afeta o tempo de cozimento, por isso não é recomendado confiar demais no tempo de forno estipulado pelas receitas, afinal cada forno é diferente e seu bolo pode pode ficar pronto em 20 minutos no lugar de 30.

Mas algumas receitas, como a de suspiros, biscoitos mais delicados e até mesmo pães, podem ser bem prejudicadas por causa de um forno descalibrado. Se você tiver um termômetro pra forno, seus problemas estão resolvidos, mas também existe um método caseiro bem simples para saber se seu forno está de fato na temperatura desejada e caso não esteja, como corrigir essa diferença de temperatura.

Para isso, só precisamos de um ingrediente: açúcar. Normal, refinado mesmo.

O açúcar derrete e fica translúcido a aproximadamente 186ºC, então vamos usá-lo para saber a qual temperatura ele derrete no seu forno.

Se ele derreter e dourar abaixo de 186ºC, seu forno está mais quente do que o indicado. E se ele derreter a temperaturas mais altas do que essa, seu forno está mais frio. É difícil pré-aquecer o forno a exatamente 186ºC e como estamos fazendo um experimento em casa e não em um laboratório, podemos aproximar esse valor para 190ºC para facilitar.

Para começar, pré-aqueça seu forno a 180ºC.
Quando ele estiver quente e pronto, jogue uma colher de sopa de açúcar em um refratário forrado de papel alumínio (fica mais fácil de limpar depois) e deixe no forno por 15 minutos.
O que aconteceu com ele após esse tempo? Derreteu ou continua um pó?

Vamos supor primeiro que ele não tenha derretido.
Com seu açúcar ainda dentro do forno, aumente a temperatura para 190ºC.
Ele derreteu em aproximadamente 15 minutos? Se tiver derretido, bingo! Seu forno está calibrado! Caso ele não tenha derretido, seu forno está mais frio do que deveria.

Para calibrá-lo, é importante saber a qual temperatura seu açúcar derreteu para descobrir o quão fora ela está do padrão. Dessa maneira, você consegue ajustá-lo para usos futuros.

Então aumente para 200ºC e espere outros 15 minutos para ver o que acontece.
Vá aumentando de 10 em 10 graus, respeitando sempre o intervalo de 15 minutos, e anote a qual temperatura seu açúcar derreteu.

Se ele derreter a 210ºC, significa que a essa temperatura o interior do seu forno está a aproximadamente 190ºC.

Agora suponha o oposto: seu açúcar queimou a 180ºC e se transformou em fumaça.
É só jogá-lo fora, baixar o forno para 170ºC e enquanto ele esfria, preparar outra leva de açúcar.
Se ele derreter e ficar dourado e bonito, significa que o forno está muito quente e que a temperatura interna do seu forno a 170ºC é de 190ºC.

O próximo passo é uma simples conta matemática. Suponha que a 170ºC seu açúcar tenha derretido. Isso quer dizer que seu forno está mais quente, certo? Como saber o quão mais quente?

É só subtrair 190ºC por 170ºC. Isso significa que seu forno está 20ºC mais quente. Então quando uma receita pedir o forno pré-aquecido a 180ºC, você terá que aquecê-lo a apenas 160ºC.

Vamos agora supor o contrário e o açúcar só derreteu a 250ºC. É só subtrair o maior valor, no caso 250ºC, por 190ºC. Seu forno está 60ºC mais frio do que deveria e para deixá-lo a digamos, 180ºC, devemos aquecê-lo a 240ºC.

Quando Nana fez o teste, seu forno estava 40ºC mais frio do que deveria, ou seja, ele estava bem descalibrado. Se ela tivesse que aquecer o forno a 250ºC, ela teria que colocá-lo a quase 300ºC, sendo que no forno nem tinha essa temperatura disponível. Então a única solução foi ligar para a assistência técnica e pedir para eles regularem o forno.
Eles não ficaram muito felizes com o pedido, mas funcionou!

Graças a essa mudança, seus pães e bolos ficam mais altos, dourados e muito, mas muito mais apetitosos.

Esse texto foi originalmente publicado no HuffPost Brasil, mas a Nana não se contentou com o texto e pediu algumas alterações. Dito e feito.

Nana e as rabanadas

Nana_Toast

Acordamos muito cedo para tomar café-da-manhã no Sarabeth’s e assim que a Nana viu essas rabanadas fofinhas, ela achou muito apropriado usá-las como travesseiro e capotou.
Consegui comer três fatias e daria tudo pra comer a quarta, mas ela se agarrou a esse pedaço e começou a cantar dormindo. Fico imaginando no que ela sonhou…